Sábado, 26 de Maio de 2012

Antes de começar a descrição deixo o disclaimer que falar de Chicago desperta em mim alguma saudade, uma vez que vivi lá 3 meses (em Evanston) e para lá “caminhei”/viajei durante 2 anos e como terão oportunidade de perceber é uma cidade que adoro.

 

Chicago faz parte do Estado de Illinois e é a 3ª cidade mais populosa dos Estados Unidos. Chicago é ladeada pelo lago de Michigan, que lhe dá uma vista fantástica.

 

Ao contrário do que muita gente pensa (eu própria antes de conhecer), Chicago não é uma cidade “cinzenta” e “escura”. É muito luminosa, limpa e onde há muita qualidade de vida. Onde facilmente vivia se não fosse tão longe!

 

Para conhecer há muito, para comprar mais ainda e para comer é o que não falta. Assim, vou tentar num breve texto sugerir alguns sítios para passear, comprar e comer.

 

Para quem se desloca a Chicago em Turismo pode esperar uma cidade plana, onde andar a pé é o ideal para conhecer a zona centro. Para quem não gosta de caminhadas ou precisa de se deslocar entre grandes distâncias facilmente tem acesso à extensa rede de transportes da cidade CTA (Comboio, Metro e autocarros).

Antes de avançar para pontos turísticos não posso deixar de falar do clima de Chicago e da melhor altura para ir. Aqui entramos na parte delicada desta cidade, mas com a qual se convive bem, não fosse uma cidade realmente preparada para todas as estações do ano. Eu sem dúvida que recomendo todas as estações do ano à excepção do Inverno. Apesar de ser muito bonita com neve, altura em que todos os sítios são ultra climatizados, é mesmo muito fria, andar na rua pode ser um desafio… a partir de Dezembro as temperaturas chegam aos “bastantes” graus negativos, para não dizer -20, -25… tirando esta estação qualquer uma das outras é boa. 

 

 

A não perder na cidade:


Michigan Avenue: a avenida para os consumistas.. e não só… a melhor avenida para apreciar a arquitectura. O ideal é iniciar o passeio ao pé da Water Tower (saída de metro Chicago) e percorrer a avenida até ao Millennium Park. Vão encontrar aqui as lojas mais caras de Chicago mas também algumas acessíveis, os prédios mais antigos e um vista fabulosa sobre o rio na ponte de Michigan (Michigan Avenue Bridge); 

 

          

 

River Walk: na Michigan Avenue, perto do rio há indicações para os passeios ao pé do rio que são altamente recomendados pela vista que se vai tendo da cidade e pela possibilidade de conhecer um pouco mais a cidade

 

;      

 

Chicago Water Tower: é a torre mais antiga e das poucas que sobreviveu ao incêndio que em 1871 destruiu a cidade e que está perto da torre com nome semelhante e que dá lugar a um grande centro comercial, com 8 andares de lojas a ” Water Tower Place”;


Navy Pier: de onde se pode começar um passeio turístico pela cidade, dos quais recomendo o passeio de barco pelo rio. No Navy pier pode-se ir ao cinema, comer ou simplesmente apreciar a paisagem sobre a cidade;

 

 

Millennium Park: é um parque de entrada gratuita onde a arte é visível através de recentes construções, nomeadamente através do famoso bean “Cloud Gate” do artista Britânico Anish Kapoor, que pelo seu material espelhado é reflectida a skyline de Chicago sob várias perspectivas. O sítio ideal para umas fotos. Aqui também está um pavilhão de concertos ao ar livre “Jay Pritzker Pavilion”, a Crown Fountain e vários jardins;

 

 

             

 

Buckingham Fountain: no centro do Grant Park, construida em 1927 é uma das mais largas fontes do Mundo e é inspirada na fonte do Palácio de Versalhes. Tem espectáculos de água a todas as horas das 8 da manhã às 10 da noite, de Abril a Outubro (período em que está em funcionamento).

 

Willis Tower: é a torre mais alta dos Estados Unidos com 442 metros e está situada na zona financeira da cidade. A sua principal atracção está no andar 103, o “Skydeck Chicago” a 412 metros de altura. O piso 103 é panorâmico, de onde se observa a vista sobre a cidade e onde se tem acesso a 3 varandas de vidro. Uma experiência emocionante! Vale a pena subir

Horário: 9 às 22 horas

Preço: 17 dólares

 

   

 

 

Field Museum of Natural History:  museu que vale a pena visitar, contém cerca de 21 milhõesde especies, tem sempre exposições permanentes das quais a história da evolução da vida na terra, sobre a história da America, Egipcia, etc.

 

 

Chicago Theatre: é um ícone da Cidade, não só pela quantidade de shows que lá decorrem mas também pela beleza do edifício e pelo “emblema” não oficial de Chicago com a palavra “Chicago”. Fica localizado na State Street.  Para ver a agenda de espectáculos: http://www.thechicagotheatre.com/

 

 

 

Chicago Symphony Orchestra: Desde concertos de música clássica a festivais de música vale a pena ver o programa para o período da estadia. A orquestra de Chicago está considerada como uma das “Big Five” mundias e proporcionam concertos fantásticos e uma oportunidade de estar junto de músicos de reconhecimento, num ambiente formal e agradável para uma noite diferente. A sala de concertos “Orchestra Hall” é muito bonita. Site: http://cso.org/

 

Adler Planetarium & Astronomy Museum

 

Lincoln Park: situa-se na parte norte da Cidade e está mesmo em frente ao lado de Michigan e é interessante pela sua grande área de passeio e por ter um Zoo ao ar livre, com entrada livre. É onde está também o Chicago History Museum. Saída de Metro: Fullerton

 

Etc, etc.... :)

    

 

Onde comer:


Sendo uma Cidade Americana o que não vai faltar são sítios onde comer, principalmente de comida fast food mas também de restaurantes óptimos. Em Chicago come-se muito bem, sendo conhecida pelos seus bifes, Chicago-style Deep Dish pizza e hot dogs.

 

Fast food ($)

Aqui há sempre as alternativas encontradas em todas as cidades dos Estados Unidos, muitas conhecidas na Europa. Facilmente encontrarão McDonalds, Burger King, Subway, Taco Bell, Chipotle Mexican Grill, etc..

 

Bem ($$)

Floor 95 na Chicago Water Tower: vale principalmente pela vista extraordinária sobre a cidade e lado

Cheese Cake factory

 

Muito Bem ($$$)

Carnival

Sushi Samba



publicado por JoanaTorrado às 00:15
link do post | comentar | ver comentários (7) | partilhar

Quinta-feira, 18 de Agosto de 2011

Apesar de já em tempos ter prometido falar de algumas cidades europeias, agora ando virada para os Estados Unidos e uma vez que as lembranças estão fresquinhas será o tema dos meus próximos posts. Sim, leram posts...vou escrever vários e não abandonar o blog no primeiro.

 

Vou referir alguns pontos interessantes para quem se queira aventurar por este país, desde já com a referência ao quão extraordinário o país é para passear!

É um país enorme e com cidades fantásticas para conhecer, o difícil é escolher por onde começar :). Dos Estados Unidos há muito mais para além de Nova Iorque, é um sítio obrigatório sim mas, há algumas cidades americanas que nos permitem conhecer melhor a cultura.

 

Percebi conhecendo este país o porquê das pessoas fazerem turismo lá dentro, há mesmo muita diversidade de sítios. A oferta vai desde as cidades onde estão os headquarters das grandes empresas, onde estão as grandes zonas comerciais, os grandes museus, às cidades do divertimento, da praia ou até mesmo onde se situam as melhores estâncias de ski. Não são cidades com uma imensa história como encontramos na Europa mas onde se pode conhecer um bocadinho de tudo.

 

Nunca descorando a Europa, que gosto mesmo muito para viver e passear, passo um bocadinho a minha perspectiva que os EUA não são só cidades grandes, confusas e perigosas. Há um bocadinho de tudo mas, há também qualidade de vida para quem vive e visita.

 

Dicas interessantes:

 

É fácil organizar uma viagem para lá e não é necessário, de todo, recorrer a agência, que segundo preços que vi é uma opção bem mais cara. Recomendo:

 

 

  • Pesquisar preços de hotéis no booking, sou fã, a oferta é boa. Mas não deixem de comparar com outros, por exemplo, às vezes a expedia ou logitravel tem pacotes voo+hotel que podem compensar. Na escolha do alojamento e tendo em conta que as cidades americanas são grandes, acaba por compensar um hotel central ou que tenha seguramente um transporte acessível para o centro

 

  • Pesquisem sempre sobre o que fazer e como chegar aos sítios. É essencial o meio de transporte do aeroporto às cidades. Normalmente há sempre transportes acessíveis mas, tipicamente sendo os aeroportos distantes dos centros vejam todas as opções e respectivos preços.

 

  • Pesquisem sobre o que fazer na cidade e levem isso já programado, com as zonas a visitar a cada dia. Apesar de haver sempre muita informação sobre as cidades, eu gosto de passar pela wikipédia e wikitravel que, por vezes apresentam roteiros das cidades. Ah, e podem passar por este blog também, que vou escrever sobre os sítios onde passei :) 

 

  • Sítios onde comer é o mais fácil de encontrar nos Estados Unidos. Vão encontrar cidades com zonas comerciais onde porta sim porta sim há um restaurante, principalmente de fast food. Não se come só fast food mas é a oferta mais acessível , nesta área há de tudo e muitos deles já começam a ter ofertas mais saudáveis como saladas e sopas. É um tema sensível porque a oferta de calorias é abundante. Mas há sempre a hipótese de passar num supermercado e comprar uma frutinha para quem gosta

 

  • Os preços dependem claro do que se compra.. há para todos os gostos, comida fast food é barata, os restantes são tipicamente mais caros e os transportes também. Alugar carro é mais barato que na europa e abastecer também. Nas compras vale a pena o material electrónico e a roupa, tudo o que sejam marcas americanas a diferença é do euro para o dólar, compensa

 

Espero com estas dicas ajudar os turistas a disfrutarem ao máximo das suas viagens.

 

Podem esperar em breve posts sobre as cidades americanas!!



publicado por JoanaTorrado às 14:50
link do post | comentar | ver comentários (7) | partilhar


mais sobre mim

Para questões relacionadas com o Blog: Enviar email


visitante(s) em linha
pesquisar
 
posts recentes

Chicago - uma cidade fant...

Estados Unidos da América

arquivos

Maio 2012

Dezembro 2011

Agosto 2011

Maio 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Junho 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Agosto 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

links
tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds