Domingo, 18 de Fevereiro de 2007

País surpreendente, local de encontro com historia, onde podemos ver uma das 7 maravilhas do Mundo.
Estar perante as pirâmides sem dúvida uma experiência fantástica, no entanto a realidade ali visível foi diferente daquela que imaginava. Digo isto porque as pirâmides estão bem ao lado da cidade e longe do deserto conforme sempre pensei.


     

No Cairo apercebemo-nos que existem culturas e organizações diferenciadas, é uma tremenda desorganização, onde cada um se entende à sua maneira e todos juntos sobrevivem. O trânsito é desordenado, não respeitam sinais, faixas de trânsito congestionadas,  tudo ao "molho" e lá se circula.
As casas, na sua maioria,  estão inacabadas e por pintar, uma vez que os proprietários optam por não as terminar deixando que as gerações seguintes construam outros pisos, Isto porque após a sua conclusão terão que pagar impostos muito elevados.
Vale a pena visitar a mesquita do Cairo, ver como são feitos os papiros, ir às lojas onde são fabricadas as essências dos perfumes que tanto gostamos, e ainda passear pelas ruas e mercados (Souks).

         

Pela noite nada de ficar no Hotel, um passeio pelas ruas do Cairo antigo mostra-nos as cores, os cheiros das especiarias, as bugigangas que qualquer vendedor tenta impingir. Não esquecer o regateio que pode levar até um terço do preço pedido inicialmente.  A variedade de produtos é muito diversificada e artesanato não falta.
Do Cairo a viagem continua com um Cruzeiro no Nilo, aconselhável ;) Durante os dias de cruzeiro sente-se uma enorme tranquilidade, a paisagem envolvente é linda, variando entre os tons verdes, tons acastanhados que nos vão despertando os sentidos para os segredos do mundo antigo.
Sempre com paragens diárias vamos conhecendo a história que aprendemos nos livros.
Por aqui a pobreza prevalece e a terra na sua maioria é deserto.


    


Muito do que visitamos está já destruído mas dá, sem duvida, para conhecer um pouco de um mundo cheio de conhecimento nas mais diversas áreas e que deixou muita riqueza cultural.
Visitámos o Vale dos Reis e o Vale das Rainhas, e observámos os escritos nos túmulos que descreviam minuciosamente a vida para além da morte, segundo as crenças egípcias.
Vale a pena também verificar como eram construídos os obeliscos (peças impressionantes) e lembrar que muitos foram roubados encontrando-se espalhados pelos mais diversos países.

   


De volta à Capital falta ainda visitar o Museu do Cairo onde está o famoso túmulo de Tutankamon e muitas outras preciosidades.
Chegou a hora de vos falar da comida, como já avisei em posts anteriores não serei a melhor pessoa para o fazer.. lol.. Apreciei toda a viagem e a nova cultura que conheci mas esta comida é um bocadinho forte. As misturas de especiarias e o borrego não foi o mais apreciado, felizmente há sempre muita fruta .

Muito ficou por dizer nesta viagem, mas esse é um convite que vos faço. Partilhem comigo a vossa experiência ou digam o que gostariam de descobrir.
 



publicado por JoanaTorrado às 20:35
link do post | comentar | ver comentários (7) | partilhar


mais sobre mim

Para questões relacionadas com o Blog: Enviar email


visitante(s) em linha
pesquisar
 
posts recentes

Egípto

arquivos

Maio 2012

Dezembro 2011

Agosto 2011

Maio 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Junho 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Agosto 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

links
tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds